ouvidoria

Publicado em 09/09/2019 às 14h07 | |

Inaugurada a segunda Casa de Sementes do município de Campo Maior

 

Agricultores agroecológicos das comunidades rurais da região da Água Fria, em Campo Maior, ganharam a sua Casa da Semente, criada para preservar as sementes crioulas e fortalecer a Agricultura Familiar. Essa é o segundo banco de sementes aberto no município desde a concepção do processo pelo Sindicato dos trabalhadores Rurais.

As casas abertas na comunidade Água Fria e no Assentamento Barro Vermelho são as primeiras a integrar uma rede de intercâmbio de sementes na região de Campo Maior, coordenada pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

O prefeito de Campo Maior, Professor Ribinha, prestigiou a solenidade e disse que o Poder Municipal, através da Secretaria de Desenvolvimento Rural, está apoiando essa iniciativa do STTR porque incentiva a produção de base ecológica impactando na qualidade dos alimentos que chegam na mesa dos campo-maiorenses.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Francisco das Chagas Silva, o Chaguinha, disse que a produção e conservação das sementes crioulas elimina o risco de contaminação proporcionado pelo cultivo de transgênicos.

Segundo o presidente o objetivo das casas é organizar os guardiões de sementes crioulas em suas comunidades, favorecer a troca entre os produtores e contribuir para o fortalecimento da Agricultura Familiar.

O diretor do STTR, Naldo Rodrigues, disse que a Casa de Sementes é uma espécie de banco, onde os sócios ou guardiões podem pedir grãos empresados e pagar com a própria produção. Ele lembra que a ideia é que as unidades reúnam a maior variedade e quantidade de sementes para conseguir comercializar o excedente entre agricultores.

 

Tags

sem tags

Comentários ()

ATENÇÃO !

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mais de Geral